sexta-feira, 24 de abril de 2009

Estar no caminho com Jesus e não conhecer a Deus

Texto base Lucas 24.13-32

Judas conviveu com Jesus, teve um cargo importante no ministério de Jesus Cristo. Porém não conheceu a Deus. Assim como Judas, estes discípulos que Jesus encontrou no caminho de Emaús, esperavam que Jesus os libertassem do domínio romano. Andavam com Jesus, mas não conheciam a vontade de Deus.


Problemas causados por não conhecermos a Deus.
- Esperar em Cristo só nesta vida (I Co. 15-19)
Muitos se preocupam somente com o que comer, o que vestir, o que conquistar, talvez nem creiam que exista vida eterna em Cristo.
Estes discípulos esperavam em Cristo que o povo de Israel fosse liberto, e qual era a vontade de Deus? Será que procuraram saber?

- Falta de esperança (v 21)
Se não conhecemos a Deus, a vontade dEle para nós cristãos, viveremos sem esperança, tristes, frustrados como estes no caminho de Emaús.

- Viver da experiência dos outros (v 22,23)
Tem gente que não procura viver suas próprias experiências com Deus, não busca a direção de Deus para sua vida, acha que o que “dá certo” na vida dos outros tem de dar certo na vida dele também. Se alguém que ele conhece, teve uma experiência com Deus, ele acredita que aquilo é uma regra, receita para o sucesso.
Vive do que ouve falar sobre Deus, não busca ele mesmo conhecer a Deus e Sua vontade.

- Achar que se conhece a Deus totalmente e mais que os outros conhecendo pouco ou quase nada.
Existem pessoas que por pensarem que conhecem a Deus, começam a acreditar que só elas conhecem.
Vivem criticando, “exortando” e condenando tudo e todos.

Eu mesmo sou um exemplo disso:
Me batizei em 1988 e congreguei por alguns anos numa igreja bastante “severa”, achava que ser crente era seguir regras e costumes. Pensava que conhecia a Deus. Achava que irmãos de igrejas “liberais demais” não conheciam a Deus, porque não seguiam algumas regras que eu seguia. Detalhe, eu dificilmente lia a Bíblia, não procurava estudar...

Em 1994 fui trabalhar numa fábrica onde comecei a conviver com irmãos destas denominações “mais liberais”, e descobri com uma certa surpresa que eles conheciam e tinham mais intimidade com Deus e o levavam muito mais a sério do que eu...
Comecei a me interessar pela adoração, pela ministração do louvor, pelo estudo da Palavra, me inscrevi em três seminários teológicos (embora só tenha concluído um, o de menos conteúdo, aliás), porém o mais importante é que comecei a ter mais intimidade com Deus e dar valor a Sua Palavra.


Como conhecer mais a Deus?
Aproximando-nos de Jesus, pois para conhecer uma pessoa temos que chegar perto. “Chegai-vos a Deus e ele se chegará a vós” Tg. 4.8 parte a. Este papo de que Deus está longe e tem coisas mais importantes para fazer, é mentira do Diabo. Deus se preocupa conosco, ele quer estar perto e se revelar a nós. Jesus se aproximou dos discípulos no caminho de Emaús (v15).

Através da leitura e do estudo da Palavra de Deus. A nossa igreja (Cristã da Aliança) e muitas outras igrejas oferecem alternativas para que se conheça a Deus e Sua vontade (escola dominical, grupos de estudo, células, além da Palavra pregada nos cultos).
Fora isso, existem livros, bons conteúdos na Internet, ou seja, só não vamos conhecer a Deus e Sua vontade se não quisermos. Será que pelo menos temos lido a Bíblia regularmente?
Jesus ensinou as escrituras aos discípulos no caminho de Emaús (v27).

Na comunhão uns com os outros e no amor (I Jo. 4-8 “Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor”). Através da nossa comunhão, conhecemos a Deus, e fazemos com que outras pessoas venham a conhecê-lO. Vide Atos 2.42-47.
Jesus se revelou aos discípulos que iam pelo caminho de Emaús no momento em que partia com eles o pão (v 30,31).


Deus nos abençoe.

Carlos Gomes

2 comentários:

Gilbert Raposo disse...

Querido irmão, sou novo na fé, mas já percebi que muitos estão na presença do pastor mas não conhecem a DEUS, ser intimo do SENHOR é ser temente aos seus ensinamentos, orar diariamente, praticar a fé, acolher o seu vizinho na dor ou na alegria, infelizmente vemos um momento religioso, onde o egoncentrismo impera, onde se ora para suas necessidades materiais atendidas,
sabemos nós que o SENHOR nos quer
por cabeça e não por cauda, em cima e não em baixo, ele nos supri e nos manda o que é nosso por direito divino no momento certo, e quando estivermos preparados para
administrar para que não haja perda, amemos ao próximo como a nós mesmos, então acho que o mais próximo somos nós mesmos, cuidemos
de nossa saúde física ( preventivamente ), mental e espíritual, para que possamos espalhar sorrisos, alegria e mostrar que somos diferentes, somos e temos JESUS em nossos corações, crente mau humorado jamais, sorria você está sendo filmado 25 horas/dia, conheça DEUS
sendo grato a ele, por ter posto seu filho na condição de maldito para nossa salvação.
Gilbert Raposo, um aprendiz em Cristo Jesus.

Pastoragente disse...

Graça e paz!
Vim conhecer seu Blog e quero te parabenizar pela bênção que pude ver aqui.
Já estou seguindo.
Venha dar a honra de sua visita no PASTORAGENTE.BLOGSPOT.COM e, se quiser seguí-lo, vai ser uma alegria para mim.
Lá eu exponho da forma mais realista e divertida possível as situações, dúvidas e experiências de uma simples pastora como eu.
Fique na paz e um 2010 abençoado para você e toda sua família.
Abração!!!